MANUSCRITO DE UM SHAUMBRA
MANUSCRITO DE UM SHAUMBRA
CADERNO-2 (PÁGINA 27)


Não sou tocado para escrever uma única letra, por conta de coisas feitas ou projetadas. No entanto, escreveria, no limite, para que muitas coisas não fossem mais feitas. É que coisas demais já existem, e dado o insuficiente nível de consciência sobre às reais necessidades das mesmas, corre-se o risco de que elas aumentem ainda mais. Isto é o que me vem... E muito me retrata.




HOME-PAGE  MENU  SUB-MENU  ANTERIOR  PRÓXIMA