MANUSCRITO DE UM SHAUMBRA
MANUSCRITO DE UM SHAUMBRA
CADERNO-8 (PÁGINA 14)


Até quando o ser humano verá alguma conveniência em se manter em um paradigma de vida onde a enorme vulnerabilidade do seu bem-estar é demonstrada a olhos vistos, quer seja por uma pequena perda; ou por uma chuva extra; ou ainda, por um simples gesto que alguém tenha feito, mas que não tenha sido dentro dos seus conformes?




HOME-PAGE  MENU  SUB-MENU  ANTERIOR  PRÓXIMA